QUEM SOMOS?

Transparência e Integridade – Transparency International Portugal é uma associação cívica de utilidade pública, independente e sem fins lucrativos, representante portuguesa da Transparency International, rede global anti-corrupção presente em mais de 100 países.

Criada em 17 de Setembro de 2010, está também acreditada como Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD), é o Ponto de Contato da Sociedade Civil da Community of Democracies, membro da Tax Justice Network, da Whistleblowing International Network e da Open Government Partnership Portugal.

 

O QUE FAZEMOS?

Trabalhamos por uma sociedade mais justa, inclusiva e livre de corrupção, advogando uma governação ética, responsável, solidária e sustentável.

Fiscalizamos a atividade dos decisores políticos e das instituições públicas, colaborando com outras organizações não-governamentais e dos setores público e privado, com quem desenvolvemos projetos de capacitação cidadã, campanhas de sensibilização e advocacy, monitorização cívica, investigação aplicada e ações de formação.

APOIA A TI PORTUGAL

Trabalhamos a pensar nas pessoas e é delas que precisamos para cumprir a nossa missão.

NOTÍCIAS
João Oliveira @ TI-PT

IMPIC responde à TI Portugal sobre apagão do Portal BASE

Dúvidas subsistem sobre o papel do IMPIC na regulação dos contratos públicos, quer na validação dos dados constantes do Portal BASE, quer para garantir o cumprimento cabal do Código dos Contratos Públicos e o reforço da transparência na contratação pública.

Ler mais »
João Oliveira @ TI-PT

Não há justiça fiscal escondendo os beneficiários efetivos

É preciso facilitar o acesso público aos registos de beneficiários efetivos e explicitar, junto das empresas e do público em geral, a sua utilidade e a sua relevância. Caso contrário, é um instrumento que se torna inútil para o sistema português anti-branqueamento de capitais e financiamento do terrorismo.

Ler mais »
iniciativas EM DESTAQUE

Pacto de Integridade

Autarca pelo Bom Governo

A NOSSA INDEPENDÊNCIA NÃO TEM PREÇO

Não recebemos qualquer subsídio do Estado português para cumprir a nossa missão.

O trabalho que fazemos depende exclusivamente de contribuições financeiras de associados/as (quota anual de 12 euros), de donativos de simpatizantes da causa, e de subvenções para a realização de projetos.

Por isso, o teu contributo faz toda a diferença.